Passar para o conteúdo principal

Na McDonald’s temos Relações Humanas, não Recursos Humanos

No final de fevereiro, a McDonald’s Belga, cliente da CVWarehouse, foi escolhida pela Vlerick Management School como “Best Workplace” do ano. Isto provocou muitas reações, positivas e negativas. A oportunidade ideal para analisar de perto a política de RH da empresa - e os "McJobs".

O que a McDonald's tem a dizer sobre o assunto

De acordo com Sabine Gekiere, diretora de RH da McDonald's na Bélgica, ninguém na empresa esperava ficar em primeiro lugar. Nos últimos anos percebemos que estávamos a subir cada vez mais nos rankings, mas alcançar o primeiro lugar foi realmente uma surpresa. Recorremos ao estudo da Vlerick Management School há alguns anos como uma ferramenta de avaliação da nossa auditoria cultural, questionário sobre políticas de RH e o que os funcionários pensam sobre a McDonald’s enquanto empregadora. Mas nunca pensámos fazer disto um objetivo para chegar ao topo da lista. Então é sem dúvida um prémio muito gratificante.

A política interna: R.E.S.P.E.I.T.O.

A visão de RH da McDonald's é construída sobre quatro pilares estratégicos, com o objetivo de permitir que funcionários talentosos e comprometidos com a empresa tenham um impacto positivo na satisfação do cliente. O primeiro pilar é atrair e recrutar talentos. Começamos com uma política de emprego em que todos são bem-vindos à McDonald’s. A cultura organizacional é baseada no respeito, transparência, comunicação e comprometimento. Os futuros funcionários não são só avaliados nas suas qualificações ou experiências, mas também em atitude, sorriso e foco no cliente. Portanto, o procedimento de recrutamento “Contrate um Sorriso” foi desenvolvido. De acordo com esta filosofia, os funcionários são consciencializados sobre o impacto das suas competências e atitudes no sucesso do restaurante. Uma força de trabalho dedicada ajuda a expandir os negócios, uma vez que quanto mais satisfeitos os funcionários estão, maior a probabilidade de os clientes voltarem.

O segundo pilar é “Formação e Desenvolvimento”. O desenvolvimento vai além da formação. Para a McDonald's, é importante apreciar e aumentar as competências dos funcionários e oferecer-lhes formações e oportunidades. Tanto para a equipa como para os gerentes, foi criado um programa abrangente de formação: “the curriculum road-map”. Todos recebem a mesma formação básica inicial no McDonald's, a todos são oferecidas as mesmas oportunidades e todos têm chances de crescer no trabalho. 82% dos gerentes dos restaurantes começaram como empregados de caixa e completaram com sucesso as várias etapas da formação em gerência. 98% dos funcionários responderam que podem ser eles mesmos no seu local trabalho. Estas estatísticas mostram que há uma cultura aberta dentro da empresa e os próprios funcionários têm controlo sobre as suas carreiras.

Um bom exemplo do nosso compromisso com a formação e desenvolvimento é a nossa parceria com a KATHO, o Colégio Católico de South West Flanders, em Kortrijk. O Colégio criou um curso de "gerente de operações" no novo nível HBO 5 (bacharelato). Os alunos devem acumular 120 créditos para este curso. A formação em gerência e a experiência de trabalho da McDonald's contam como 70 créditos do exigido. Os gerentes que concluíram as várias etapas da formação em gerência da McDonald's só precisam obter os outros 50 créditos nas disciplinas que podem estudar através o Ensino à Distância. Isto é um reconhecimento da qualidade da nossa formação interna, por um lado, e do nosso foco contínuo no desenvolvimento pessoal, por outro”, diz Sabine Gekiere.

Quando se trata de motivação e empoderamento, o terceiro pilar, a McDonald's também não fica parada. Criámos um ambiente no qual as pessoas podem ser elas mesmas, onde podem ser genuínas, são encorajadas a pensar no seu trabalho, a melhorá-lo e encontrar soluções amigáveis para o cliente. Para contribuir para este ambiente, os funcionários recebem descontos, são regularmente distribuídos bilhetes de cinema, jogos e são organizadas atividades de equipa, é dada a atenção necessária aos uniformes, etc.

“Graças às ferramentas que a CVWarehouse oferece, o departamento de RH pode fazer uma seleção melhor com base no talento e nas competências dos candidatos. O que é totalmente consistente com a filosofia da McDonald's “ganhar conhecimento através da análise”.

McDonald’s Bélgica

Com o McPassport, os funcionários podem trabalhar para a McDonald's em qualquer lugar da Europa, o que é útil para estudantes Erasmus, por exemplo, ou para funcionários que desejam viajar para o estrangeiro.

A atmosfera aberta que prevalece nas filiais também permeia toda a empresa, o que leva ao quarto pilar, “Comunicação e Informação”. Trabalhamos todos juntos no mesmo escritório, o que significa que as oportunidades e os problemas são relatados e resolvidos imediatamente. Há também muitas ferramentas de comunicação disponíveis: há o “McD4U”, a revista da equipa, os boletins informativos que são enviados regularmente e as pesquisas que são organizadas para medir a satisfação e o comprometimento dos funcionários. Queremos continuar a melhorar”, conclui Sabine Gekiere.

Este mesmo espírito também se aplica à colaboração da empresa com a CVWarehouse, que começou em julho de 2012. Nos últimos nove meses, a McDonald’s viu o seu número de candidaturas de emprego subir para quase 18 mil. Graças às ferramentas que a CVWarehouse oferece, o departamento de RH pode fazer uma seleção melhor com base no talento e nas competências dos candidatos, o que é totalmente consistente com a filosofia da McDonald's “ganhar conhecimento através da análise”.